Início > 1 > Arquitetura sem “frescura”

Arquitetura sem “frescura”

A arte moderna, ocorrida no início do século XX, foi responsável por uma espécie de “revolução” em todos os campos, como na música, pintura e também na arquitetura.

No Brasil, o grande “estouro”, pode ser atribuído à semana da arte em 1922. Que ficou marcada até hoje, graças aos trabalhos apresentados, que foram impactantes para a sociedade acostumada com a mesmice que havia se instalado nas artes. Essa grande revolução ocorrida nas artes, foi significativa para a produção arquitetônica.  Naquele momento, a luta dos arquitetos era transmitir a pureza e praticamente eliminar o ornamento. Para quem está lendo agora, e não sabe o que é um ornamento, aí vai uma dica: ornamento pode ser associado a um “enfeite”, como por exemplo, uma linda mulher com seus grandes brincos, colares, pulseiras…

Muitas vezes esse excesso de “pinduricalhos” afeta a aparência da mulher, dando-a um aspecto muito artificial. A corrente modernista, tentava justamente o contrário disso tudo, tornar a edificação algo puro e sem “frescuras”.
O ornamento foi muito combatido, pelos representantes da corrente. Um grande exemplo disso, e sem dúvida alguma, o maior arquiteto brasileiro de todos os tempos, conseguiu transmitir em suas obras essa beleza puritana, extraída das formas puras e inspiradas na mulher. Já pararam para pensar se ele tivesse se inspirado na mulher-ornamentada?

O modernismo procurou tratar as partes da edificação de modo diferente, de modo a conseguir um resultado que fosse satisfatório as pessoas, ou seja, a edificação deveria servir à população e não o contrário, passou-se a pensar além da estética e naquela “verdade” obtida através dos tempos. Isso não quer dizer que a parte estética foi esquecida, muito pelo contrário, através da pureza das formas e dos materiais, deram bons frutos, assim como algumas frutas “podres”.

Para exemplificar melhor isso aí vai alguns vídeos.

http://www.youtube.com/watch?v=nIAOvFgYrec

Anúncios
Categorias:1
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: